Solariza bate meta de desligar quatro usinas no Brasil

Share
(© Greenpeace/Rodrigo Baleia)
(© Greenpeace/Rodrigo Baleia)

Os usuários do Solariza, plataforma do Greenpeace, bateram a meta inicial do jogo de marcar o equivalente a 6 milhões de casas, número que representa a geração de energia solar suficiente para desligar as usinas termelétricas de Candiota (SP) e Piratininga (RS), além das nucleares Angra 1 e 2 (RJ).

A previsão inicial era de que a meta seria alcançada em dezembro, mas a grande adesão ao jogo pelo público fez que o resultado viesse três meses antes do esperado. Agora que atingimos a meta, vamos dobrá-la. Sim, queremos 12 milhões de telhados solarizados. Para isso, no dia 30 de setembro, será lançada a segunda fase do jogo, com novas missões e brindes para quem continuar colaborando com a tarefa de mapear o potencial solar do Brasil.

Com o alcance da meta, uma instituição beneficente será presenteada com um sistema fotovoltaico. Para isso, precisamos da sua ajuda para divulgar o edital de inscrição e convidar as entidades interessadas a participarem.

Além disso, você também pode ganhar um sistema solar! A apuração do usuário que possui mais telhados marcados ocorrerá no dia 14 de janeiro de 2016.

E não se esqueça de assinar a petição que pede a presidente Dilma Rousseff a criação de linhas de crédito subsidiadas pelos bancos e a liberação do FGTS para a aquisição de placas solares. Faça parte dessa revolução solar!

Notícia publicada originalmente no site do Greenpeace.