Lançamento do livro “Ocekadi: Hidrelétricas, Conflitos Socioambientais e Resistência na bacia do Tapajós”

FacebookTwitterGoogle+Share

ocekadi

O Programa de Antropologia e Arqueologia (PAA) da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) promove, no dia 28 de junho de 2016, o lançamento do livro “Ocekadi: hidrelétricas, conflitos socioambientais e resistência na Bacia do Tapajós”. Organizado por Daniela Alarcon, Brent Millikan e Mauricio Torres, o livro é uma coedição do PAA e da organização International Rivers Brasil, que atua desde 1985 na proteção dos rios e nos direitos das comunidades que dependem deles. A obra conta com textos de alguns professores da UFOPA, como Ricardo Scoles, Bruna Rocha e Maurício Torres.

O lançamento é aberto a toda sociedade. Na ocasião, haverá debate com lideranças indígenas, ribeirinhas, representantes do Ministério Público e com autores do livro.

Onde: Auditório Wilson Fonseca,  Av. Marechal Rondon s/n, Bairro Caranazal, Campus Rondon da UFOPA, Santarém – PA.

Quando: Terça-feira, 28 de junho de 2016, a partir das 17 hs.

Programação (sujeita a ajustes):

Abertura

  • Mauricio Torres, Professor, PPGRNA/UFOPA, co-organizador do livro.
  • Brent Millikan, International Rivers, co-organizador do livro.
  • Liderança Munduruku.
  • Raimunda Monteiro (Reitora da UFOPA).

Breves apresentações de autores

  • Caracterização ambiental da bacia do Tapajós –  Ricardo Scoles (CFI/UFOPA)
  • Contexto histórico e a nova onda de megaempreendimentos no Tapajós – Mauricio Torres (PPGRNA/UFOPA).
  • Impactos e riscos socioambientais de hidrelétricas – Juan Doblas (ISA).
  • Aspectos críticos do planejamento e financiamento de barragens – Brent Millikan (IR).
  • Consulta Prévia, Direitos Territoriais e Atuação do Ministério Público Federal  –  Rodrigo Oliveira (MPF-PA).
  • Patrimônio arqueológico ameaçado –  Bruna Rocha (PAA/UFOPA) e Raoni Valle (ICS/Ufopa).
  • Movimentos de resistência: povos indígenas e ribeirinhos – Liderança Munduruku e Chico Catitu (Comunidade Montanha e Mangabal).

– Debate aberto

– Comentários: Representantes do MPE-PA e MPF-PA.

– Encerramento