Greenpeace realiza desafio solar para negócios sociais

Share
Greenpeace e incubadora de negócios sociais se unem para incentivar a cultura do empreendedorismo em um concurso para universitários

Desafio

Você tem uma ideia incrível para fazer a energia solar bombar? Então, junte seus amigos e encare o Desafio Solar Para Negócios Sociais. 

O Greenpeace Brasil e a incubadora de negócios sociais NESsT Brasil estão em busca de universitários com ideias criativas de modelos de negócios que possibilitem a democratização da energia fotovoltaica – e ainda tragam benefícios sociais aos brasileiros.

A energia solar fotovoltaica tem várias vantagens ambientais por ser renovável. E é uma das mais limpas quando o assunto é emissão de gases de efeito estufa. Essa fonte transforma vidas, pois gera empregos e expande o acesso à eletricidade. E, apesar de tudo isso, ainda precisa ter visibilidade e ganhar a atenção do governo e do mercado de negócios. Apenas 0,02% da matriz energética brasileira é solar. O Desafio foi criado para ajudar estudantes a desenvolver projetos inovadores que mudem essa realidade e para incentivar o empreendedorismo.

Ao contrário da maioria dos concursos, desta vez não é apenas o resultado que importa. A participação no processo já será positiva. Depois de se inscrever no site, os estudantes com as melhores ideias serão selecionados para entrar no Desafio. Durante os próximos meses, serão acompanhados por profissionais do Greenpeace e da NESsT e terão treinamentos online e presenciais para aperfeiçoar os projetos.

Na reta final, o projeto melhor desenvolvido será destacado. Seus idealizadores receberão uma mentoria exclusiva da NESsT. E, ainda, um pacote de treinamentos do Greenpeace e parceiros. Entre os temas a serem trabalhados estão captação de recursos, comunicação e engajamento. Dessa forma, o projeto será preparado para uma apresentação a possíveis investidores. Está aí a sua chance de tornar seu projeto uma realidade no mercado!

“Estamos em busca de jovens criativos e engajados em desenvolver um negócio que seja financeiramente sustentável, gere benefícios sociais e permita o crescimento da energia solar no Brasil”, diz Bárbara Rubim, da Campanha de Clima e Energia do Greenpeace Brasil.

As inscrições estão abertas até 10 de maio para universitários e pós-graduandos de todas as áreas e cursos do Brasil e também para recém-formados que tenham concluído seus estudos em dezembro de 2015. Acesse o site Desafio Solar e saiba todos os detalhes desse concurso. Participe e seja parte da revolução que fará a energia solar brilhar no Brasil!

Notícia reproduzida do site do Greenpeace Brasil.