Brasília recebeu oficina “Nossa Casa Solar”

Share

Nossa Casa Solar3

Foi realizada em Brasília, no último dia 30 de abril, mais uma oficina “Nossa Casa Solar”, que faz parte da campanha de mesmo nome promovida pela Frente por uma Nova Política Energética para o Brasil. Participaram mais de 45 pessoas, representantes de entidades comunitárias, estudantes dos cursos de Engenharia Elétrica e Engenharia de Energia da Universidade de Brasília, gestores públicos, agentes de pastorais, entre outros.

CAM07535

A oficina teve o objetivo de facilitar uma compreensão popular acerca do Sistema de Compensação de Energia Elétrica a partir da mini e microgeração distribuída de energia, com foco na energia solar fotovoltaica, a fim de que tal sistema se torne melhor conhecido e compreendido pelas pessoas.

A oficina foi facilitada pelo engenheiro eletricista Joilson Costa, da coordenação nacional da Frente, que abordou os diferentes aspectos da matriz elétrica brasileira, a tecnologia, o potencial e algumas políticas de incentivos para a utilização da energia solar fotovoltaica existentes no Brasil e no mundo. Entre outras coisas, destacou os benefícios sociais, ambientais e econômicos da energia fotovoltaica, neste limiar do século 21.

20160430_140902

O engenheiro Joilson (foto acima) explicou ainda os principais aspectos da regulamentação do sistema – Resolução nº 482 da ANEEL, o funcionamento, os principais conceitos, estimativas de investimento necessário, financiamento, empresas instaladoras na região, entre outros.

Para o engenheiro, uma das principais contribuições que as oficinas “Nossa Casa Solar” buscam oferecer às pessoas é desmistificar o discurso fácil – de governos, empresas e até alguns profissionais da área, de que a microgeração distribuída ainda não seja viável por ser “muito cara”. Na oficina são explicados quais são os verdadeiros entraves para o avanço da microgeração entre as famílias brasileiras.

Também foi apresentado aos/às participantes o vídeo produzido pela Frente e pelo Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social sobre o projeto de geração de energia e renda em dois condomínios do programa Minha Casa Minha Vida, na cidade de Juazeiro, na Bahia (confira aqui).

Nestes dois condomínios, a partir de uma iniciativa da empresa Brasil Solair e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal, as famílias geram energia elétrica a partir de painéis fotovoltaicos instalados nas unidades habitacionais e ganham uma renda com a venda desta energia, além de gerarem recursos para um fundo condominial através do qual já conseguiram oferecer vários serviços para as famílias. Vale ressaltar que este é o único lugar onde é possível que famílias vendam energia ao sistema elétrico, já que pelo sistema de compensação isto não é permitido.

20160430_143742

Ao final, nos debates, os presentes consideraram importante que as políticas públicas fomentem pesquisa nas universidade brasileiras e apoiem produção local gerando conhecimento,  tecnologia, inovação, emprego e renda no país.

De fato, o Brasil, apesar de ser abençoado pelo sol, ainda não valorizou, de modo justo, este recurso estratégico para alavancar o desenvolvimento sustentável para todos, com progresso e justiça social.

20160430_142528

As oficinas “Nossa Casa Solar” são realizadas pela Frente por uma Nova Política Energética para o Brasil e contam com o apoio financeiro do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal e do Fundo Socioambiental CASA. Em Brasília, a oficina foi realizada com a parceria do Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social e da Cáritas Arquidiocesana de Brasília. Se você tem interesse que esta oficina seja realizada em sua cidade, entre em contato conosco através do e-mail: c.energiaparavida@gmail.com

Com informações da Profª. Maria Rosa Ravelli Abreu (UnB).