Assine a petição em defesa da bacia do Rio Tapajós

FacebookTwitterGoogle+Share

A Campanha “Energia para a Vida!” apoia e convoca a todos/as que assinem a petição criada pelo Movimento Tapajós Vivo em defesa da bacia do Rio Tapajós. A Campanha reafirma que é possível gerar energia elétrica a partir de outras fontes que não a hidrelétrica, como a solar e eólica, infelizmente ainda vistas como “marginais” pelo planejamento energético brasileiro. O Brasil possui tecnologia e recursos, está faltando vontade e decisão política.

Confira o texto da petição e assine:

Presidente Dilma Rousseff do Brasil: Parar de destruir o rio Tapajós no Pará com sete hidroelétricas

O rio Tapajós é nossa vida aqui na região do Estado do Pará. Os impactos serão vários (ambientais, sociais, econômicos e violações de direitos dos povos indígenas e ribeirinhos). Não temos necessidade de mais hidrelétricas, como bem afirmam cientistas e pesquisadores como Célio Bermann da USP e Felipe Fernside do IMPA. A usina de Tucuruí tem energia suficiente para abastecer todo o Estado do Pará e mais boa parte do país, com 8 mil megawatts de potência. As hidrelétricas no Tapajós, vão inundar milhões de árvores, violentar a Constituição, entre outras razões, por desafetar (desmembrar) 10 mil hectares de floresta no Parque Nacional da Amazônia. 12 mil Munduruku serão violentados em suas terras por causa das hidrelétricas, além de 5 mil famílias ribeirinhas que serão expulsas de suas casas e habitat. O governo Dilma Roussef está insensível aos nossos direitos e nossas vidas, além de destruir a dinâmica de um dos mais belos rios do planeta, o Tapajós. Por esse motivo necessitamos da campanha de AVAZZ. Somo o MOVIMENTO TAPAJÓS VIVO, unido à PASTORAL SOCIAL DA DIOCESE DE SANTARÉM. Estamos em campanha de sensibilização da sociedade regional, mas precisamos do apoio de todas as pessoas que se preocupam com a mudança climática e os direitos humanos dos povos. ESTE RIO É NOSSA VIDA!

ASSINAR AGORA.

Apoie também repassando e compartilhando entre seus contatos.